Pauliceia Literária 2016

Autor em foco

Ao escolher Luis Fernando Verissimo como “Autor em Foco” de 2016, o Pauliceia Literária presta um tributo não apenas a um dos maiores escritores brasileiros da atualidade, mas também a uma linhagem de autores da qual ele é ponto culminante.

Nascido em Porto Alegre em 1936, Verissimo exerce com genialidade o mais genuinamente brasileiro dos gêneros literários: a crônica. Dentro de uma tradição que remonta a Machado de Assis e passa por autores como Rubem Braga, Paulo Mendes Campos, Fernando Sabino e Nelson Rodrigues, Verissimo criou personagens que se impregnaram o imaginário do país, como o Analista de Bagé, o detetive Ed Mort e a Velhinha de Taubaté – que dão título a livros de crônicas que se alternam com inúmeras coletâneas nas quais o escritor flagra, sempre com humor, agudo senso de observação e espírito crítico, as contradições brasileiras: a confusão entre público e privado, o cotidiano banal e as ambiguidades conjugais, o deboche e a informalidade das relações sociais como paliativo para a desigualdade econômica e racial.

E, assim como Fernando Sabino (cronista que escreveu romances notáveis como O encontro marcado e O grande mentecapto), o filho do escritor Érico Verissimo também envereda com sucesso pela narrativa longa – como nos romances O clube dos anjos (1998),  Borges e os orangotangos eternos (2000) ou Os espiões (2009).

Autor de crônicas publicadas semanalmente em dois dos maiores jornais brasileiros – Zero Hora, de Porto Alegre, e O Estado de S. Paulo –, Verissimo explora a maleabilidade da crônica ora compondo pequenas narrativas ficcionais, ora exercitando seu olhar impiedoso sobre a realidade política, dentro de um repertório que inclui ainda futebol (uma das paixões desse torcedor do Internacional), relatos de viagem, cinema e literatura (com comentários cuja informalidade e limpidez estilística tornam sua assombrosa erudição acessível a qualquer leitor), e o jazz (com improvisos que saltam da página para as apresentações da banda Jazz 6, na qual Verissimo toca sax alto).